Mulher se ausenta do trabalho para cuidar de filhotes de cães envenenados, no RS


Carla Genro não foi trabalhar para cuidar dos filhotes. (Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS)

A vendedora autônoma Carla Genro, 27 anos, abriu mão do trabalho nesta segunda-feira (21). O motivo da folga forçada são seis filhotes de cachorro, que ficaram sem a mãe, envenenada junto com outros seis animais na noite deste sábado. Ela preferiu ficar em casa para dar atenção à ninhada, que agora recebe cuidados especiais.

Os sete cachorros envenenados viviam em uma casa na Rua Leopoldo Freitas, bairro Passo D’Areia, em Porto Alegre (RS). Carla, assegurou que, desde 2009, a família teve 18 cachorros e 23 gatos assassinados da mesma maneira: alguém joga carne envenenada no pátio da casa, os animais comem e morrem horas depois.

— Não temos como deixar os cachorrinhos sozinhos neste momento. Eles precisam da nossa ajuda e, além disso, estamos morrendo de medo que alguém faça maldade com eles. Não estamos nem dormindo direito. Acordamos de madrugada para ver se eles estão bem — conta.

Para alimentar os filhotes, a solução encontrada pelos donos da casa foi engenhosa: eles lavaram um preservativo até retirar o material oleoso e furaram a ponta. A mamadeira improvisada é enchida de leite pelo menos três vezes por dia para cada filhote.

O assunto virou caso de polícia e está sendo investigado pela 9ª DP. A família já registou quatro ocorrências, mas nenhum culpado foi apontado até agora.

Mulher é suspeita

O taxista Antônio Carlos Nunes D’Ávila, que visitava os filhos na casa da ex-mulher na noite de sábado, garante que viu uma mulher jogando uma sacola branca por cima do muro da casa onde viviam os cachorros.

— Meus dois filhos moram na mesma rua dos cachorros. Vi essa mulher, mas não me dei conta do que poderia ser. Hoje, quando soube da notícia, logo associei uma coisa na outra. Pelo horário e pela atitude dessa mulher, só pode ter sido ela — diz.

Pela lei 9.605, maltratar e matar e animais é crime, e quem comete o ato corre risco de pegar até um ano de detenção.

Fonte: ANDA

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: