Síndrome de lambedura em animais domésticos


Estresse, frustração e tédio podem levar os animais a compulsões.

A síndrome de lambedura, ou dermatite por lambedura, ou dermatite psicogênica, são lambeduras excessivas,  provenientes de estresse,  tédio, depressão, e pode acometer cães e gatos, causando feridas que são difíceis de tratar. As causas do estresse e/ou depressão podem ser muitas: chegada de um outro animal, chegada do bebê, viagem ou morte do tutor, falta de exercício, ou pode não haver causa aparente.

Os animais, muitas vezes, ficam sozinhos por  9, 12 horas, à espera de seus tutores,  recebendo cada vez menos atenção e carinho. Assim, os animais, para aliviar a tensão, acabam lambendo, compulsivamente, uma parte do corpo – geralmente as patas.  As bactérias da boca contaminam a lesão, e a infecção se instala.

O animal deve ser examinado por um médico veterinário, que prescreverá tratamento adequado.

E qual é a causa primária desse distúrbio de comportamento?

Quando o homem tirou  animais da Natureza, e trouxe para seu convívio, tornando-os “animais de estimação”, alterou hábitos, fazendo com que deixassem  de viver sua verdadeira biologia, como o convívio com outros indivíduos da mesma espécie, caçar para comer, atividades reprodutivas etc. O contato com o ser humano contribui para que os animais sofram estados patológicos da mente, como angústia, pânico, estresse, depressão, tédio etc., que podem levar a esse tipo de automutilação. Muitas vezes, os animais apresentam distúrbios e transtornos, sem um motivo aparente.

“Como todos os distúrbios comportamentais, as dermatites psicogênicas têm difícil tratamento e podem se tornar recorrentes. Como a causa muitas vezes deve-se ao atual tipo de vida dos tutores, não existe uma forma de prevenir  o distúrbio. O que se aconselha são passeios constantes, deixar sempre disponíveis brinquedos para que os animais se distraiam quando estiverem sozinhos, e dar o máximo de atenção possível a eles.” Além do tratamento do veterinário, o distúrbio obsessivo compulsivo pode ser eficientemente tratado com Florais de Bach, Acupuntura, Homeopatia e Aromaterapia.

Fonte: Internet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: