Gripe Canina (Traqueobronquite Infecciosa Canina)


A traqueobronquite infecciosa canina é uma doença infecto-contagiosa que acomete cães de todas as idades mais frequente em épocas frias ou em períodos com oscilações bruscas de temperatura.

A traquobronquite infecciosa canina é uma síndrome respiratória aguda causada por vários agentes (vírus e bactérias), mas que apresenta um único sintoma comum: a tosse.

Considera-se o contato com outros animais doentes o principal fator de suscetibilidade dos cães a contrair a traqueobronquite infecciosa. Desse modo, cães com acesso à rua (mesmo que acompanhados), animais que frequentam banho-e-tosa e hotéis (áreas com maior densidade de animais) são considerados mais suscetíveis a adquirir a doença.

Os animais infectados apresentam uma tosse alta e estridente, normalmente sem a presença de secreção nasal ou catarro. Os sintomas podem surgir de modo repentino, e muitas pessoas podem se confundir, pensando que seu animal está “engasgado”. Isso porque alguns cães tossem tanto que chegam mesmo a regurgitar alimento após as crises, dando a impressão de que está tentando eliminar algo preso na garganta.

A transmissão ocorre de animal para animal, pelo contato direto com indivíduos doentes ou portadores da doença. Curiosamente, alguns animais podem não apresentar sintomas da doença, mas, ainda assim, transmitir a infecção para outros animais.

Os animais normalmente apresentam-se em estado geral, e a tosse, na maioria das vezes, tem resolução espontânea, sem maiores complicações para o cão. Porém existem aqueles animais que podem desenvolver quadros graves de pneumonia, o que requer tratamento adequado pelo MÉDICO VETERINÁRIO.

Antibióticos, antitussígenos e tratamento de suporte podem, eventualmente, ser necessários.

A vacinação é uma forma eficaz de proteger seu animal dos sintomas da doença. As vacinas presentes no mercado não impedem que os animais se infectem – mesmo porque não há vacina que proteja contra todos os possíveis agentes causadores da traqueobronquite infecciosa, mas seu uso minimiza os sintomas da doença e permite aos animais uma recuperação mais rápida.

Recomenda-se que animais considerados suscetíveis (com acesso à rua ou áreas com alta densidade de animais) recebam a vacinação anualmente.

Para uma melhor avaliação da necessidade de seu animal ser imunizado contra a traqueobronquite infecciosa, consulte seu MÉDICO VETERINÁRIO.

Fonte: Merial

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: